Archive for the ‘Ciência’ Category

Olá, leitores; sentiram minha falta? Estou em férias, de forma que o ritmo das postagens será um pouco mais lento, okay? By the way, para não perder o hábito, vamos à dose de conhecimento do juridiquês: cada ramo do Direito têm quase que uma infinita rede de desdobramentos; cada uma com seu próprio charme e […]


Nunca entendi muito bem o vandalismo. O que leva uma pessoa a sentir prazer em destruir coisas? Um pichador faz a mesma ‘arte’ em sua casa? Quanto ao turismo, tampouco entendo a falta de cuidado de visitantes. Quando vou a algum museu, parque ou coisa parecida, procuro tomar o máximo cuidado para deixar as coisas […]


Algumas coincidências são, realmente, incríveis: na mesma semana em que li a SCIAM, cujo tema é a ‘Privacidade’, olho em torno e vejo dezenas de notícias jurídicas associadas ao tema. Não ignoro que tais notícias devem ter estado à minha disposição o tempo todo, mas que só atentei para elas após a leitura da SCIAM […]


Hoje, quando vi a notícia veiculada na BBC, onde se noticiava a criação de um game que estava sendo utilizado para que as pessoas fossem conscientizadas dos efeitos que uma guerra podem causar ao mundo, somada à postagem de amigo Amadeus XIII (que propunha uma discussão relativa à influência de jogos eletrônicos – games – […]


Um amigo compartilhou comigo uma notícia veiculada no Gizmodo (que, aliás, recomendo). Durante a leitura, senti aquele conhecido calor da indignação corar minha face, dado o absurdo jurídico com o qual me deparei. Um juiz indiano resolveu aceitar os (ainda) duvidosos resultados de um exame feito com o EEG para, com base SOMENTE neles, condenar […]


Essa segue sem comentários, pois considerando a questão da menina Marcela de Jesus, ainda não tenho opinião totalmente formada sobre o assunto (apesar de, sendo mulher, tender a concordar que a gravidez nesta situação ser muito penosa para a gestante). Continue lendo >>>


Ultimamente estou sendo submetida a uma tal carga de trabalho que meu stress subiu no pico do Everest. Ou eu me permitia uma folga, ou explodiria. Também algumas questões pessoais estavam me deixando bem irritada, mas resolvi seguir um sábio conselho que uma amigo me deu um dia: liguei o botãozinho do ‘dane-se’ e fui […]