Jogos violentos tornam violentos os jogadores?

30set08

Carmageddon II

Hoje, quando vi a notícia veiculada na BBC, onde se noticiava a criação de um game que estava sendo utilizado para que as pessoas fossem conscientizadas dos efeitos que uma guerra podem causar ao mundo, somada à postagem de amigo Amadeus XIII (que propunha uma discussão relativa à influência de jogos eletrônicos – games – no comportamento humano), senti-me inspirada a escrever (ainda que ‘mal e porcamente’ de forma excelente) sobre o tema.

Em dita postagem, acertadamente (como não poderia deixar de ser), meu amigo [rock me] Amadeus concluiu que um jogo em si não pode ser responsabilizado pelo comportamento de alguém.

O comportamento humano é definido por vários fatores, entre eles a influência cultural, e a familiar, de modo que não podemos excluir totalmente quaisquer elementos. Aqui peço licença para explicar meu pensamento: há muito, muito tempo atrás, fazia parte de uma comunidade que prestava um tipo de serviço assistencial na cidade de Arujá/SP. O trabalho consistia especialmente em ministrar os mais diversos cursos às crianças da localidade (Bairro Rodrigo Barreto) e o fizemos durante anos.

Continue lendo >>>

Anúncios