Archive for julho, 2008

Nervos à flor da pele Malgrados todos os esforços, minha mente não conseguiu imaginar algo mais assustador do que serial killers. Os crédulos ou fãs do terror (Stephen King) – encontro-me nesta categoria – diriam que demônios, fantasmas e monstros são piores. Discordo: serial killers são pessoas reais e pessoas reais podem machucar outras. O […]


O Velho Bardo me contou e fiquei ‘pastel’: no Rio de Janeiro é cobrada uma taxa chamada de ‘taxa de incêndio’. A questão me deixou de cabelos em pé, haja vista que jamais havia ouvido falar desta taxa estapafúrdia (tudo bem que há pouco tempo havia em Sampa uma Administradora que criou várias taxas absurdas, […]


Minha queria amiga Dai me propôs um tema para reflexão e emissão de parecer nesta postagem. Deu trabalho e resolvi responder (tanto aqui, quanto lá: que ela disse que publicará). Agradeço à amiga pela oportunidade e jogo-me no assunto ‘de cabeça’: 1) Toda ciência nasce da admiração (ou da curiosidade): Ao longo destes meus anos […]


Recebi, via e-mail, uma LENDA URBANA relativa a um suposto golpe de ‘bandidos’ que utilizavam um ‘perfume’ para causar desmaios em suas vítimas e roubar-lhes ou estuprar-lhes. Veja o que diz o e-mail: …pessoal não sei se é verdade, mas não custa ficar atento.PERFUME DO MAL – URGENTE – MUITO IMPORTANTE. Já esta acontecendo em […]


Enquanto no Brasil nossos legisladores criam leis para penalizar aqueles que consomem bebida e dirigem veículos e, por tabela, conseguem inibir o comportamento perigoso; no País de Gales pesquisadores estão projetando uma rua para auxiliar os ‘bebados’ a chegarem em suas casas em segurança. Continue lendo >>>


Dois candidatos à Prefeitura de Lajes (eleições do ano 2000) resolveram usar a imagem do morador de rua, Sr. Sebastião de Jesus, numa campanha de publicidade eleitoral. Na foto, Jesus, um conhecido morador da cidade, portador de uma doença que lhe obriga a andar curvado, teve sua imagem (foto) associada ao desânimo, desalento, desleixo e […]


Julio Verne

22jul08

1) Introdução: Enquanto o primeiro livro que li na vida foi de autoria de Marcos Rey (Um Cadáver Ouve Rádio), o primeiro filme que me lembro ter assistido foi Viagem ao Centro da Terra , não o novo, recém-lançado (ê…obviedade), mas o antigão. Ah! Como aquilo mexeu com minha imaginação, pena que não tinha a […]