Spammer condenado a 1,5 ano de prisão

16jul08

 Spam

Um cidadão americano de 27 anos, chamado Adam Vitale foi condenado a 1 ano e seis meses de prisão pela Corte Federal de Manhattan por espalhar spams e derrubar o filtro de mensagens indesejadas do provedor da AOL.

O site Âmbito Jurídico informou que foram 1,2 milhão de spams, mas segundo o site Spam Daily News, Adam e seu comparsa, Todd Moeller, enviaram 50.000 peças de spam a mais de 1,2 milhão de assinantes da UOL, ato que acabou por derrubar o filtro anti-spam do provedor.

A sentença judicial inclui o pagamento de US$ 180 mil dólares ao portal. Além de ter outras 22 queixas de crimes online no currículo, o spammer Adam, também é investigado por ajudar a coordenar um site de prostituição online chamado ‘craiglist.com’, mas não foi criminalmente acusado pelo feito.

Todd Moeller, parceiro de Vitale no feito por derrubar o sistema de filtro da AOL, foi sentenciado a 27 meses de cadeia.

Continue lendo >>>

Anúncios