Análise do caso Stanley Tookie Williams

25jul08

stanley-1.jpg

Minha queria amiga Dai me propôs um tema para reflexão e emissão de parecer nesta postagem. Deu trabalho e resolvi responder (tanto aqui, quanto lá: que ela disse que publicará). Agradeço à amiga pela oportunidade e jogo-me no assunto ‘de cabeça’:

1) Toda ciência nasce da admiração (ou da curiosidade):

Ao longo destes meus anos de vida tenho aprendido muito, não só por ‘amor ao saber’ (que, segundo Orígenes Lessa, em ‘O Feijão e o Sonho’, é também uma forma de vaidade), mas por ser curiosa ‘prá dedéu’. Creio, todavia, que a curiosidade é parte da natureza humana: todos a temos em maior ou menor grau.

De tudo o que aprendi até agora, concluí que tudo o que chamamos ‘Ciência’ (e todos os ramos do conhecimento) nasceu/nasceram e/ou se desenvolveram em decorrência desta intensa necessidade do homem de entender-se a si mesmo e ao mundo à sua volta.

Continue lendo >>>

Anúncios