A Bíblia é contra a Constituição

19mar11

O deputado Jean Wyllys (@jeanwyllys_real) foi ameaçado de morte, por conta de sua postura ativa na defesa dos direitos das minorias. Eu o sigo no twitter e o vi retuitando uma pessoa que, sendo religiosa, ainda assim o apoiava em seus projetos. Isso deu um nó em minha cabeça, já que é muito difícil para mim entender como as consciências de pessoas como ela não dóem quando  escolhem qual parte da bíblia devem seguir.

É que sobre a bíblia se costuma dizer que é ela a palavra de deus e, por ser a palavra viva de um deus onipotente, onisciente e onipresente, bom, justo e perfeito (considerando ainda que o velho testamento não foi ab-rogado pelo velho); ou vocêa segue integralmente, ou será condenado ao inferno. Entendo que não há como escolher a parte da bíblia que lhe convém sem com isso ser condenado a um lugar de tormento e dores eternas.

Ainda que o comportamento de tais pessoas (comportamento esse que me lembra o dos ‘católicos-não-praticantes’) seja menos maléfico para a sociedade (por conter um certo grau de tolerância para com as diferenças entre os seres humanos, bem como pelo fato de que há um certo respeito àlei vigente no Estado democrático de direito),ainda vejo um tom de fracasso nahumanidade dessas pessoas. Como podem elas conviver, sem com isso se sentirem farsantes, com essas incompatibilidades?

As pessoas que atacaram e ameaçaram o congressista são fundamentalistas, mas ao menos são honestas. Os religiosos liberais são hipócritas, adotam uma postura tolerante muitas vezes por não coadunarem com as atrocidades dos mandamentos bíblicos, mas não terem coragem de enfrentar a realidade dos fatos e romper com preceitos tradicionais de família ( que é de onde, geralmente herdaram suas religiões).

Continue lendo >>>

Anúncios